Abstract City Lights
Baixe o seu ebook

COMO ORGANIZAR E ESCOLHER FOTOS para montar um lindo FOTOLIVRO DE VIAGEM

EBOOK ORGANIZAR FOTOS DIGITAIS.png
  • Ellen Romanelli

Comprando as passagens #2 - Como planejar uma LONGA viagem gastando menos


Comprando as passagens #2 - Como planejar uma LONGA viagem gastando menos

Depois de escolher alguns lugares para visitar a primeira coisa a se fazer é comprar as passagens. Porém, você vai perceber que para ter um pouco de liberdade é preciso se adaptar e fazer essa compra no momento certo. Da série de postagens sobre “Como planejar uma LONGA viagem gastando menos”, dividindo e detalhando, contando como encarei cada passo e fase. Eu aconselho você seguir esses passos:

#1 Escolhendo o destino #2 Comprando as passagens #3 Preparando o roteiro #4 Como escolher as hospedagens #5 Como levar dinheiro #6 Documentos e vistos #7 Arrumando as malas

Se programar com antecedência é uma boa prática para conseguir bons preços. Iniciar seus planos com uns 6 meses, pesquisar com carinho onde ir, entender o clima da região de acordo com suas intenções de passeios, e comprar as passagens aéreas nacionais (Brasil) com 30 a 60 dias de antecedência, e internacionais com 60 a 90 dias de antecedência.

O deslocamento é basicamente a parte mais cara da viagem. Então eu precisei estudar com mais profundidade como pagar mais barato. São muitas informações e “bisus” vou compartilhar alguns aqui.

Ao voar, o seu coleguinha de poltrona pode ter pago menos da metade que você e ainda assim ter os mesmos benefícios!

A grosso modo, o valor das passagens varia bastante ao longo do período que antecede o voo. Basicamente com a oferta e a procura. Com uns 6 ou mais meses de antecedência a agenda de voos é feita e um valor médio é colocado para venda dos bilhetes de viagem. Algumas empresas negociam a aquisição de parte dos bilhetes conseguindo um bom preço por eles, inclusive eventualmente, é posto à venda em promoções com valor até menor que a própria empresa aérea. E ao mesmo tempo a companhia aérea precisa garantir um mínimo de venda de assentos por questões financeiras e empresariais então faz um certo marketing diminuindo o preço de alguns bilhetes, colocando-os em promoção. Quanto mais se aproxima a data de embarque, a tal da oferta e da procura é calculada por algoritmos que determinam valores maiores para um mesmo bilhete ao longo do tempo. As vezes em questão de horas os preços podem mudar. E o mesmo trecho pode ter valores distintos dependendo do dia ou horário a ser selecionado. Reparei que nos dias da semana com menor procura, como terças, quartas e sábados, além dos horários comerciais de 10 as 16hs ou na madrugada, os valores são mais baratos.

Por isso, para conseguir um bom preço é preciso ter uma certa flexibilidade de dia e horário, comprar com uma certa antecedência e pesquisar onde adquirir o bilhete. Lembre-se: nem sempre o valor da passagem é mais barato na própria companhia aérea, ok?

QUAL A MELHOR FONTE DE PESQUISA PARA PASSAGENS AÉREAS?